Cinco dicas para causar uma boa impressão em um entrevista de emprego


Não adianta, por mais que participemos de dezenas de entrevistas de emprego, às vezes na hora H ficamos um pouco nervosos, ansiosos, agimos de forma imprevista, etc. Não tem problema, o entrevistador sabe disso e não vai te julgar só por aquele momento. É normal, acredite.

No entanto, é possível tomar algumas medidas que te ajudem a causar uma boa impressão com o entrevistador. Separei cinco dicas que eu acredito serem essenciais para isso. Vamos a elas?

1) Prepare-se antecipadamente.

Se você se prepara antes da entrevista, você naturalmente ficará mais confiante, ainda que possa até elevar a ansiedade.

Conhecer mais a respeito da empresa, da vaga, informar-se sobre possíveis melhorias a fazer em seu currículo para suprir necessidades específicas do cargo ou função são iniciativas louváveis, e que podem te ajudar na hora da entrevista.

Lembre-se que o entrevistador já investigou um pouco a seu respeito antes de falar com você. No mínimo, olhou o seu currículo. Faça o mesmo e mostre que você está interessado na posição que a empresa está oferecendo.

2) “Conhece-te a ti mesmo”.

Este aforismo antigo, vinculado à filosofia de Sócrates, pode ser fundamental para o sucesso ou não da sua entrevista.

Conhecer suas principais qualidades e expô-las de maneira correta em uma entrevista pode te ajudar muito. Demonstrar ou explicar como estas características podem ser úteis na função à qual você está concorrendo pode despertar o interesse do entrevistador, da mesma forma que admitir falhas e mostrar como elas podem ser compensadas ou ter importância reduzida naquele trabalho também contará pontos a seu favor!

Além disto, não adianta se candidatar a vagas com um perfil diferente do seu. Se você está buscando redefinir sua carreira, deixe isso bem claro, ou pode parecer que você está perdido. Demonstre porque você fez suas escolhas e seja claro. Saber o que se quer e porque se quer é fundamental para o seu sucesso.

E quando vierem as perguntas clássicas de entrevistas, como “quais são suas maiores qualidades e defeitos?” ou “Onde você se vê em cinco anos?”

3) …evite clichês.

Pode ser irresistível dar uma resposta clássica a qualquer uma dessas perguntas, como:

Qualidade: pró-ativo, comunicativo, “multi-task”, etc.

Defeito: perfeccionista, ansioso, etc.

Estas respostas, assim como tantas outras, são repetidas exaustivamente em entrevistas de emprego. Pense que antes de você, vinte pessoas já falaram exatamente a mesma coisa para o entrevistador. Entediante, desanimador, desnecessário. Se você ficar nos clichês, vai ser limado rapidinho…

4) Seja sincero SEMPRE.

Sinceridade é fundamental em uma entrevista de emprego, desde a confecção de seu currículo até a hora da contratação.

Há características que podem não ser muito positivas, mas se você for sincero a respeito delas terá muito mais chances de sucesso. A mentira inevitavelmente será revelada, e ficará MUITO FEIO para você. Se você inventou qualidades que não tinha, irão se decepcionar com o seu trabalho. Se mentiu a respeito de cursos ou capacitações, pior ainda: você pode até ser indiciado criminalmente, e a chance de conseguir boas referências em uma nova busca por emprego se reduzem drasticamente.

Se você tem uma viagem já marcada para um futuro próximo, avise antes de assinar o contrato. Fica mais fácil negociar prazos e datas, e ninguém se sentirá traído.

Se você é mulher e deseja ter filhos, seja clara quando perguntada. Se não lhe perguntarem nada, bem… aí você não precisa gritar antes da hora, não é? Até porque uma gestação não é certa até que se concretize.

5) Surpreenda.

Se a sua entrevista estiver indo muito “normalzinha”, alguma coisa não vai bem.

Se a vaga não depender exclusivamente de competências técnicas, o que é cada vez mais raro, é pouco provável que você consiga o emprego em um mercado competitivo e feroz.

Destaque-se dos demais, mostre porque você é o candidato ideal. E isto não é ser presunçoso, apenas determinado e dedicado.

Mantenha-se atualizado, capacitado e ligado às tendências. Evite jargões. Crie.

Lembre-se sempre: o não você já tem. Mas se você conseguir se diferenciar, talvez consiga mudar o resultado final da entrevista.

Anúncios
Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: