E o Nobel de Economia foi para…


Nesta segunda-feira, a Real Academia Sueca de Ciências anunciou os ganhadores do Prêmio Sveriges Riksbank Prize em Ciências Econômicas, mais conhecido como Nobel de Economia (ainda que não tenha sido institucionalizado por Alfred Nobel. Criador da dinamite, o milionário dedicou sua herança à promoção da ciência mundial.

Os ganhadores foram os economistas dos Estados Unidos Alvin E. Roth, 60, e Lloyd S. Shapley, 89. Eles são professores das universidades de Harvard e da Califórnia, respectivamente.

Segundo os organizadores da premiação, a premiação foi dada por seus esforços na teorização da alocação estável de recursos e a prática de design de mercado. “Este ano o prêmio recompensa um problema econômico central: como associar diferentes agentes da melhor maneira possível”, anunciou o Comitê Nobel.

Da Veja:

Alvin Roth, que estava dormindo quando recebeu a ligação da equipe do prêmio, pois vive na Califórnia, afirmou em entrevista por telefone que ganhar um Nobel era completamente inimaginável. “É um prêmio muito esperado e merecido para o Lloyd Shapley, mas eu não estava esperando”, afirmou o economista. “Nesta manhã, certamente meus alunos prestarão mais atenção às minhas aulas”, brincou.

O prêmio de 1,2 milhão de dólares homenageia Shapley, de 89 anos, que utilizou a teoria dos jogos para comparar vários métodos de combinações e aplicá-los a situações em que a economia, normalmente, não é utilizada, como nas questões médica e educacional. “Este ano o prêmio recompensa um problema econômico central: como associar diferentes agentes da melhor maneira possível”, anunciou o comitê do prêmio.

Roth, de 60 anos, que recentemente mudou-se de Harvard para a Universidade de Stanford, na Califórnia, ampliou os estudos de Shapley e ajudou a redesenhar instituições de ensino, fazendo com que novos médicos pudessem encontrar vagas em hospitais, estudantes achassem vagas em escolas e pacientes encontrassem doadores de órgãos. “O prêmio deste ano é dado a um exemplo incrível de engenharia econômica”, afirmou o comitê de economia do Nobel. “Ele coroa os esforços para encontrar soluções práticas a um problema do mundo real”, afirmou.

Em tempos de crise internacional, a melhor utilização dos recursos e a associação entre os agentes econômicos merece destaque. Portanto, parabéns a Roth e Shapley!

Anúncios
Etiquetado , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: