Arquivo da tag: empréstimo

Pensando em financiar um imóvel? Entenda todos os custos dessa operação.

Se você está pensando em comprar um imóvel, é bem provável que tenha considerado financiar ao menos uma parte do valor total. A queda vertiginosa das taxas de juros (capitaneadas pelos bancos estatais e seguida pelos privados) tornou isso ainda mais fácil, mas é preciso atenção ao escolher a instituição financeira em que vai financiar seu imóvel dos sonhos.

O imóvel dos seus sonhos pode parecer ao alcance das suas mãos com as promessas de juros baixos… mas preste atenção às demais taxas!

Devido a Resolução 3517 de 2007 do Banco Central do Brasil, as instituições financeiras concedentes de empréstimos para financiamento imobiliário são obrigadas a informar o CET – Custo Efetivo Total – da operação. Isto é, além da taxa de juros, é preciso calcular o percentual de aumento anual efetivo da dívida. Entenda melhor no site do Bacen.

Além da Taxa de juros, outros valores entram na conta do CET. Veja abaixo:

Há dois tipos de seguros:

– MIP (Morte ou Invalidez Permanente)

– DFI (Danos Físicos ao Imóvel)

Além disto, há as seguintes tarifas:

– Administração mensal

– Análise jurídica

– Emissão do contrato

Segundo o especialista em crédito imobiliário Marcelo Prata, em entrevista à Folha, geralmente estes custos acrescentam de 1-1,5 pontos percentuais à taxa de juros anual. Ou seja: se o banco ou financeira promete juros de 9% ao ano no seu financiamento, você provavelmente pagará efetivamente 10-10,5% de CET.

Portanto, fique atento a este número e boa mudança!

Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Os juros continuam caindo… Mas como isso muda a sua vida?

E a Selic caiu mais ainda.

Ontem, o Banco Central anunciou:

O Copom considera que, neste momento, permanecem limitados os riscos para a trajetória da inflação. O Comitê nota ainda que, até agora, dada a fragilidade da economia global, a contribuição do setor externo tem sido desinflacionária.
Diante disso, dando seguimento ao processo de ajuste das condições monetárias, o Copom decidiu, por unanimidade, reduzir a taxa Selic para 8,00% a.a., sem viés.
Votaram pela redução da taxa Selic para 8,00% os seguintes membros do Comitê: Alexandre Antonio Tombini, Presidente, Aldo Luiz Mendes, Altamir Lopes, Anthero de Moraes Meirelles, Carlos Hamilton Vasconcelos Araújo, Luiz Awazu Pereira da Silva, Luiz Edson Feltrim e Sidnei Corrêa Marques.

O mercado já esperava, mas ainda assim é notável o desenvolvimento da taxa básica de juros no Brasil. Esta é a oitava redução consecutiva. Já faz quase um ano que ela não para de cair, e alcançamos um novo recorde de mínima.

O que isso muda na sua vida?

Bem, se você gosta de guardar dinheiro na poupança, saiba que qualquer quantia que você tenha colocado lá depois de 3 de maio agora renderá menos: 5,6% ao ano, para ser mais exato. Se a taxa continuar caindo, renderá ainda menos.

Talvez seja a hora de considerar novas formas de fazer seu dinheiro render, não acha? O Exame fez algumas simulações, vejam:

Essas são opções com riscos semelhantes à poupança, ou seja: praticamente ZERO. Mas talvez valha a pena diversificar seus investimentos, aproveitar que o Ibovespa está andando de lado há algum tempo e investir em ações… Há várias possibilidades, através de fundos, por exemplo. Pesquise!

Outra coisa que muda: os principais bancos já anunciaram novas reduções nos juros no crédito.

Se você está pensando em comprar alguma coisa financiado, esse pode ser um bom momento. Planeje-se e compare, analise, verifique. Mas se você já está com um comprometimento muito elevado da sua renda, resista à tentação e ECONOMIZE!

Etiquetado , , , , , , , , ,