Arquivo da tag: inovação

De onde vêm as boas ideias?

Steven Johnson estudou durante muito tempo o comportamento humano e chegou a interessantes conclusões sobre de onde vêm as boas ideias. Ao contrário do que muita gente pensa, raramente ideias geniais e determinantes para a nossa história acontecem em lapsos de genialidade, epifanias criativas. Pelo contrário: as boas ideias precisam amadurecer muito tempo, às vezes décadas, até chegar à forma final.

Daí a importância da conectividade e das relações sociais, seja via cafés, cartas ou redes sociais digitais.

Veja o vídeo abaixo (dublado, 4min) e entenda mais sobre isso.

Ainda, confira sete dicas para se ter boas ideias.

Etiquetado , , , , , , , ,

Supermercado onde o cliente pesa as frutas e verduras, passa os produtos no sensor e paga sozinho. Agora no Brasil!

A rede Super Muffato, que conta com 35 lojas no Paraná e duas em Presidente Prudente, no estado de São Paulo, lançou hoje em caráter experimental o primeiro supermercado do Brasil com sistema de auto-caixa. Isto é: o cliente passa as compras no sensor de código de barras, pesa as frutas e verduras, finaliza a compra, coloca os produtos nas sacolas e paga com o cartão.

Essa “novidade” está disponível na unidade da Avenida Madre Leônia, em Londrina, e funcionários orientam os clientes que tenham dúvidas. Foram contratados seis novos funcionários para trabalhar nos auto-caixas.

Nos EUA e na Europa, este sistema já é bastante comum, e existe há vários anos.

E aí, você acha que a moda pega no Brasil? Você usaria?

Eu, pessoalmente, sempre preferi estes caixas, onde se tem mais liberdade e as filas geralmente são menores.

 

Etiquetado , , , , , , , , , , , , ,

O capacete de bicicleta invisível

Quem não acha os capacetes de bicicleta horrorosos e desconfortáveis?

“Parece um cogumelo duro na sua cabeça” – disse uma das inventoras mais revolucionárias dos últimos tempos.

Incomodadas, Anna Haupt e Terese Alstin passaram sete anos estudando um capacete que pudessem chamar de “revolucionário” (seguro e esteticamente mais bonito). Entraram em contato com um especialista em traumas na cabeça e estudaram vários relatórios de acidentes de bicicleta.

Sim, ele está usando um capacete. Incrível, não?

Depois dos anos de estudos e testes, chegaram ao que chamam de capacete invisível. O princípio é o mesmo dos airbags dos carros, só abre em caso de impacto. Ele é equipado com um sensor de movimento que detecta qualquer mudança brusca de velocidade ou direção, e, ao abrir, protege a cabeça e o pescoço do ciclista.

Segundo as designers, o capacete invisível é o símbolo do impossível. “Se dizem que é impossível, temos que provar o contrário”. A invenção rendeu à suecas o INDEX Award 2011, maior premiação em dinheiro para projetos de design do mundo.

Veja o vídeo e confirme: não é fantástico?

The Invisible Bicycle Helmet | Fredrik Gertten from Focus Forward Films on Vimeo.

Li na Superinteressante.

Etiquetado , , , , , , , ,

Veja AGORA o ranking das melhores universidades do Brasil!

Na ponta, nenhuma surpresa: liderando em 3 das 4 categorias analisadas pela Folha de São Paulo para a construção do RUF (Ranking Universitário Folha), a USP é a melhor instituição de ensino superior do Brasil.

Em qualidade de ensino, qualidade da pesquisa e avaliação do mercado, a USP supera suas adversárias. Apenas em inovação, critério de menor peso no ranking, a Unicamp, também financiada pelo Governo Estadual de São Paulo, supera a melhor do Brasil. (veja a metodologia do ranking aqui).

Para a Folha, o orçamento bilionário (assegurado por lei – 5% do ICMS paulista vai à USP) garante a liderança.

Outra vantagem para a instituição é ter mais liberdade para decidir onde injetar seus recursos (assim como a Unesp e a Unicamp).

Normalmente, as universidades públicas do país dependem de negociações com o Executivo para definir seus recursos. Ficam à mercê de decisões e mudanças políticas. E dependem de autorizações dos governos para remanejar seus orçamentos.

“Podemos definir que teremos programa próprio para financiar nossas pesquisas ou alterar o plano de carreira de professores e funcionários”, afirmou Rodas, referindo-se a projetos recentemente implementados.

“A USP é disparada a melhor instituição da América Latina. A desvantagem disso é que ela não pode se contentar em ter relevância regional, precisa ter mais impacto nos demais centros”, afirma a pesquisadora da USP Elizabeth Balbachevsky, uma das principais analistas brasileiras sobre sistemas internacionais universitários.

“Há estrutura e recursos para estar entre as cem melhores do mundo”, diz.

De 100 pontos possíveis, a USP fez 98,78. A segunda colocada, a UFMG (Univ. Federal de Minas Gerais), conseguiu 91,76. Em um “empate técnico”, a UFRJ (Univ. Federal do Rio de Janeiro) ficou com 91 pontos – essas foram as únicas a ultrapassar os 90 pontos (de 100 possíveis).

No ranking geral, as doze primeiras colocadas são universidades públicas, ainda que a avaliação de mercado das universidades privadas seja boa. Das 15 mais citadas por empresários, seis são pagas. Porém a qualidade da pesquisa é baixa: apenas a PUC-Rio foi citada (que não à toa é a melhor privada no ranking, na 13a colocação).

Outro fato importante: das 20 melhores instituições do país, 16 estão no Sul e no Sudeste, e nenhuma no Norte. A melhor colocada do Nordeste é a UFPE (Univ. Fed. de Pernambuco), na 10a colocação.

Veja abaixo a lista completa. Para acesso a todas as informações sobre o ranking, acesse este link.

Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , ,