Arquivo da tag: viajar

5 opções de hospedagem para sua próxima viagem

Quando você sai de férias, há várias coisas para levar em conta: Quanto você quer/pode gastar? Que tipo de experiência você busca? Viajar sozinho, em casal ou com amigos? Além, é claro, do destino.

Tendo isto definido, há diversas opções de hospedagem. Se você não vai ficar na casa de amigos ou familiares, confira a lista abaixo e se inspire!

0) Hotel/Pousada

Esta é a opção mais comum. Mas como achar o melhor lugar para o seu gosto/estilo? Em um próximo post, vamos explorar isto mais a fundo. Hoje, a ideia é hospedagens alternativas.

1) Hostel/Albergue

Dormitório no Youth Hostel International, em Berlim

Muita gente acha que albergue [da juventude] é destinado apenas para jovens, mas quem viaja pelo mundo sabe que isso não é verdade. Pessoas de todas as idades frequentam albergues, e essa é, na minha opinião, a melhor opção se você está viajando sozinho.

VANTAGENS:

  • Preço: geralmente, os albergues são mais baratos que hoteis.
  • Amizades: se você está viajando sozinho, vai encontrar várias pessoas na mesma situação nos albergues. Em Nova Iorque, eu tive o prazer de cozinhar com pessoas de 19 nacionalidades diferentes!
  • Diversão: albergues costumam ter várias atividades de lazer para os hóspedes: noites no cinema, bar hopping, passeios, tênis de mesa, jogos variados, etc.

DESVANTAGENS:

  • Preço: Se você está viajando em grupo (especialmente duas ou três pessoas), o albergue pode ser mais caro que hotéis budget. Isto acontece porque eles cobram por pessoa. Além disto, preste atenção para extras: alguns albergues cobram aluguel de toalhas e lençóis, por exemplo.
  • Privacidade: em um albergue, você provavelmente terá muito menos privacidade que em um hotel. Se o objetivo é uma viagem romântica, essa provavelmente não é a melhor opção. Além disto, em muitos casos os banheiros são coletivos.
  • Desprendimento: Se você gosta de espalhar seus itens de higiene e beleza pelo banheiro, o albergue não é para você. A ideia aqui é compartilhar.

ATENÇÃO:

  • Segurança: você provavelmente compartilhará o quarto com outras pessoas. Você não os conhece, portanto toda atenção é fundamental para não ter nenhum inconveniente. Confira se o albergue possui lockers, armários com cadeado onde você pode trancar seus pertences de maior valor. Mantenha seus documentos e dinheiro sempre contigo, para evitar problemas.
  • Na reserva, confira o número de pessoas com quem você vai compartilhar o quarto (há opções desde 4 camas/quarto até, pasmem, 25 camas!)
  • Respeito às regras: como albergues recebem muitos hóspedes, há mais regras que em hotéis. Preste atenção para não incomodar os demais – e não ser chamado atenção. Mico!
  • Localização: Há albergues super centrais e outros em regiões mais distantes. Pesquise sobre a cidade antes de reservar! Isso vale para qualquer opção de hospedagem, é claro, mas não custa relembrar.

ONDE ENCONTRAR:

  • A rede HI – Hostelling International – é a minha favorita. Eles possuem alto padrão de qualidade e segurança. O preço geralmente é um pouco mais alto, mas vale a pena o investimento.
  • O Hostel World e o Hostel Bookers são agregadores de hostels. Eles comparam o preço e as características de diversas opções para você!

 

2) AirBNB

Hoje é possível viajar para uma cidade que você não conhece e ser recebido na casa de alguém que mora lá! O sistema é um sucesso mundo a fora, e eu uso com frequência nas minhas viagens. Continuar lendo

Anúncios
Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Como planejar a sua próxima viagem?

PLANEJAMENTO.

Aí começa o sucesso da sua viagem.

O feriado ou as férias chegando e você pensa: o que eu vou fazer? Muitos tomam a decisão de viajar. Se você não tem dinheiro para jogar fora, é melhor se planejar bem.

1) Para onde ir?

É a primeira coisa na qual as pessoas pensam. Mas não deveria ser. Essa decisão tem que ser condicionada a outra pergunta, então…

0) Quanto eu quero/posso gastar?

Esta tem que ser a primeira pergunta a se fazer. Se o feriado está a dois dias e você não tem mais do que R$500 na conta, não adianta querer ir para a Disney. Você vai se endividar e gastar MUITO MAIS do que precisaria. Se você realmente quer conhecer o Mickey, planeje-se para uma próxima oportunidade. Comece a economizar já, e mire alguma data lá na frente. Neste post ajudamos você a economizar e organizar suas finanças.

Mas ok, você não se planejou e decidiu viajar no próximo feriado… Veja quanto você pode gastar sem prejudicar suas finanças, EVITE qualquer pagamento com juros e muito cuidado com o cartão de crédito – se você não pagar em dia, os juros são ABSURDAMENTE altos.

O comprometimento financeiro será grande. Vamos ver no que você vai gastar:

2) Como eu vou gastar?

Para cada um dos itens a seguir, você tem que prever – com base em alguma pesquisa, de preferência – quanto irá gastar por dia.

– Passagens aéreas ou de ônibus/Combustível;

– Alimentação;

– Hospedagem;

– Seguro de viagem (para viagens internacionais, é fundamental fazer um);

– Transporte no local (taxis, transfers, metrô/ônibus, etc);

– Passeios e programas (museus, parques, city tours, etc);

– Compras (sim, você precisa planejar até quanto pode gastar em compras. Isso inclui souvenirs, presentes, roupas, etc);

– IMPREVISTOS. Pode parecer bizarro prever o imprevisto, mas o ideal é fazer previsões conservadoras em cada item e considerar que podem acontecer coisas que você não antecipou. A forma mais fácil é aumentar um percentual no total: 10%, se você for muito meticuloso, 20% ou 30%, se você for meio bagunçado. Eu, em geral, acrescento 20% ao total. E lembre-se: quanto mais longa a viagem, maior a incerteza.

3) O que eu pretendo fazer?

É importante ter um planejamento do que você pretende fazer e conhecer no lugar a visitar. Se você for a NYC e gostar de museus, o Metropolitan é parada obrigatória. Mas se você prefere o teatro, não poderá deixar de ir a um espetáculo da Broadway – por exemplo.

Tem gente que gosta de planejar tudo nos mínimos detalhes, inclusive com horários para cada atividade. Eu prefiro deixar um pouco mais livre, com um conjunto de atividades por dia, mas apenas como sugestões. Algumas dicas, porém, são importantes:

Planeje por região. Se você puder reunir atividades e passeios por proximidade, você economiza tempo de deslocamento e dinheiro com transporte, itens valiosos em uma viagem. Na internet você encontra o endereço de todas as atividades previstas, coloque como pins no google maps! Aí fica mais fácil se organizar.

– Preste atenção a dias e horários de abertura. Na minha viagem ao Chile, por exemplo, não observei que boa parte dos museus do país fechavam em feriados e não pude visitar a casa de Pablo Neruda em Valparaíso por pura distração. Evite incômodos como este ao se PLANEJAR.

Evite incômodos como este: planeje seus passeios com antecedência!

Estas são as principais dicas para garantir que sua próxima viagem seja tranquila, divertida e proveitosa. Como vocês viram, planejar é a palavra de ordem. Assim você evita dores de cabeça na hora que você chegar lá. E isso é importante mesmo se você se render a uma agência de turismo: sempre há dispêndios que não são cobertos pelo pacote: tenha atenção! Espero que tenham gostado, e boa viagem!

Etiquetado , , , , , ,
Anúncios